domingo, 29 de novembro de 2009

O 14 de Infantaria.


Um convite para um novo livro. "O 14 de Infantaria.".

Trata-se de uma obra actual que explora a história do regimento 14 desde a sua fundação na Cidade de Tavira até à actual localização em Viseu. Este trabalho é tanto mais notável, porquanto explora a sua historia mais remota, a qual comemora agora 200 anos, ao mesmo tempo que nos leva às glorias da tão esquecida 1ª Guerra Mundial e as actuais missões de Paz por esse Mundo fora, repleta de imagens únicas retiradas dos seus arquivos. Uma excelente historia regimental livro a não perder.

Este tipo de obras, que é bastante vulgar no Reino Unido ou EUA, é raro em Portugal. Os militares portugueses, salvo raras excepções, esquecem com frequência a sua história e os seus camaradas que os precederam, agindo como se as suas unidades fossem de geração espontânea, e eles fossem os únicos detentores da alma castrense.

Os parabéns ao Coronel Rui Moura por não esquecer as origens do seu regimento e dos seus homens, e qual o seu futuro.







Um excelente livro coordenado pelo Coronel Rui Moura , sendo tambem autor de parte dos textos.

O Coronel de Infantaria Rui Fernando Baptista Moura tomou posse como Comandante do Regimento de Infantaria nº 14 em 9/30/2008 .
Esta unidade (RI 14) teve o seu inicio, como se sabe, na cidade de Tavira.
Esta unidade tem um pequeno museu a não perder.

4 comentários:

Jorge Quinta-Nova disse...

Caro João,

A valorização das histórias regimentais é essencial. A ver se dou uma olhada nesse livro.

Seja como for, para me associar, ainda que de relance, publiquei no meu blogue uma carta onde Lecor refere as acções do 2.º batalhão de Infantaria 14 e a carga de baioneta que executou na Batalha de St. Pierre, sob o seu comando e o do major José Alexandre Travassos.

Abraço,

Jorge Quinta-Nova

Sérgio Veludo disse...

Caros Amigos,

O Sr. Coronel Rui Moura foi meu comandante de pelotão no Curso CGM de Infantaria, em Mafra, no 1º turno de 1988. È com muita alegria que vejo esta obra publicada.

Um Abraço
Sérgio Veludo

Sérgio Veludo disse...

Caros Colegas,

Só uma correcção, o Sr. Coronel Rui Moura foi meu comandante de Companhia. As minhas desculpas.

António Ferreira disse...

O então capitão Rui Moura também foi meu comandante de Companhia no 1º Turno de 1988 e Ignoro onde estão quase todos os meus camaradas da altura.